Home

Artigos Dr. Ruy Palhano

.

  • 22.03.2015

    Prevenção de recaídas, a grande estratégia em saúde mental

    A Organização Mundial de Saúde - OMS estima que até 2020 a depressão será a principal causa de incapacitação em todo o mundo.

    ..................................................................................................................................................................................................................................

  • 02.02.2015

    A mentira nossa do dia a dia

    Todos mentem, já mentiram ou mentirão em qualquer momento da vida. É uma hipocrisia alguém dizer que nunca mentiu. É uma condição que está intrinsecamente ligada aos aniamais de diferentres espécies e escalas biológicas e, o que se sabe, é que quanto mais se evolui na escala biológica, mais sofisticados, comuns e frequentes se tornam as práticas da mentira...

    ..................................................................................................................................................................................................................................

  • 26.01.2015

    A fé, o chá e o vício

    Conhecida comoChá do Santo Daime, yajé, caapi, vinho de deus e na linguagem quéchua Ayahuasca, onde aya significa espíritoouancestral e huasca significa vinhoouchá, é uma bebida utilizada na América do Sulemrituaisreligiosos, cujopreparo envolve o cozimento de...

    ..................................................................................................................................................................................................................................

  • 26.01.2015

    A Importância da Prevenção de Recaídas no Tratamento das Doenças Mentais

    Define-se prevenção de recaída, a estratégia de natureza médica e psicossocial aplicada por diferentes técnicas e métodos com o intuito de evitar o reaparecimento de diferentes doenças, posterirormente a um tratamento. Recair é retomar, retornar, vir a acontecer, reaparecer etc. Em medicina, muitas doenças são insinuantes e sempre tendem a reaparecer de tempo em tempo independente do tratamento que recebem.

    ..................................................................................................................................................................................................................................

  • 26.01.2015

    A marca social da violência

    É cada vez mais improvável que, nos próximos anos, venhamos a viver a paz social. As guerras, os crimes, as injustiças, as desigualdades e, sobretudo, a violência em suas diferentes formas de expressão, provocam em cada sujeito marcas indeléveis de indignação, insegurança e medo. São práticas tão comuns que além de provocarem sensações graves de insegurança, nos dão a impressão de que já estão incorporadas em nossa cultura e em nosso modo de vida.

    ..................................................................................................................................................................................................................................

  • 26.01.2015

    A Vigésima Copa do Mundo

    Há quatro dias iniciou em nosso país um dos maiores eventos esportivos de todos os tempos, o campeonato mundial de futebol. Um evento histórico que há 83 anos vem se notabilizando e já se encontra no calendário esportivo internacional, tendo sua primeira edição ocorrida em 1930.

    ..................................................................................................................................................................................................................................

  • 26.01.2015

    O consumo de álcool e de outras drogas na sociedade atual

    O consumo de álcool e de outras drogas na sociedade atual pode ser considerado uma questão de Saúde Pública pelos inúmeros agravos que provoca em nossa população. Alguns fatos são relevantes para caracterizar essa condição, especialmente a baixa idade de iniciação ao uso de drogas, a variedade de drogas à disposição, a facilidade de acesso a elas, além dos danos psicológicos, psiquiátricos, psicossociais e na saúde geral ocasionados pelo consumo.

    ..................................................................................................................................................................................................................................

  • 26.01.2015

    Como diagnosticar um dependente de álcool e de outras drogas?

    Como se distinguir entre consumidores de álcool e outras drogas, quem é dependente ou não é uma das tarefas mais difíceis e mais complicadas para quem trabalha com esses usuários. A inteligência do tratamento está aí. Se, se trata de um usuário que não apresenta qualquer queixa relativa ao consumo, só temos que recomendar medidas preventivas para evitar que essas pessoas não passem a ter problemas com relação ao uso.

    ..................................................................................................................................................................................................................................

  • 26.01.2015

    Dependência química, o elo entre a dor e o prazer

    Não há mais qualquer dúvida na atualidade quando se afirma que dependência química é uma doença, que esta doença tem curso crônico e que evolui de forma lenta e insidiosa, que ocorre no cérebro dos indivíduos, que compromete a personalidade e a vida social e cultural dos dependentes, que muitos destes não se recuperarão e, que muitos também, além de serem dependentes, são portadores de outras doenças mentais.

    ..................................................................................................................................................................................................................................

  • 26.01.2015

    Descompassos e contradições na política nacional de saúde

    Em recente trabalho, o Conselho Federal de Medicina – CFM constatou que o Ministério da Saúde obteve menos investimento do Poder Executivo do que o Ministérios dos Transportes e da Defesa. O que a Saúde recebeu representa só 8% do total de investimentos públicos no Brasil, além do mais, o setor foi preterido em relação a outros, pois quase R$ 5,5 bilhões de reais deixaram de ser investidos nesse setor em 2013.

    ..................................................................................................................................................................................................................................

1 | 2 | 3 | 4

Copyright 2014 © Instituto Ruy Palhano. Todos os direitos reservados. | Design by Maismar Web